Month: June 2010

Crepes – passo a passo

Crepes  -  passo- a-passo

Vamos precisar de:

  • 1 tigela grande
  • 1 frigideira anti-aderente, ou  de ferro. ( As anti-aderentes são excelentes, a minha é do Ikea)
  • 1 pincel para barrar a frigideira ou papel absorvente
  • 1 batedor de varas, varinha mágica ou copo misturador
  • 1 espátula

 

Ingredientes:  ( 6/7 crepes grandes) -  se não estão habituados a trabalhar com estas medidas, vejam por favor este post.

  •  2,5 decilitros de farinha ( 1 chávena)
  • 3 ovos
  • 0,5 litro de leite
  • 2 colheres de sopa de manteiga + manteiga para a frigideira
  • 1 pitada de sal

 

Estes ingredientes são a receita básica, com ela podemos fazer crepes doces ou salgados. Caso queiram servir o crepes como sobremesa podem aromatizar esta massa com duas colheres de açúcar, raspa de limão ou laranja, açúcar baunilhado, 1 colher de cacau em pó…

Preparação:

Na tigela misturem os ovos, a farinha e o sal, batam com o batedor de varas. Aos poucos adicionem o leite.   Se têm medo de grumos deitem tudo no copo misturador ou usem a varinha mágica, o efeito é o mesmo.

Na frigideira onde vão fazer os crepes derretam a manteiga. Adicionem-na à massa anterior e misturem bem. (Não lavem a frigideira!!!)

Deixem a massa repousar no frigorifico meia hora, se não tiverem tempo, não há problema!

Cozinhar os crepes:

 Ponham ao lume médio a frigideira, com um pincel de cozinha, ou papel absorvente, espalhem bem o resto da manteiga. Podem colocar um pouco mais, a manteiga serve apenas para untar a frigideira, os crepes não devem ser fritos!

 Quando  a frigideira estiver quente deitem uma concha da massa, e agitem-na de modo a que a massa cubra toda a frigideira. O crepe deve ser fininho. Eu uso a medida de 1 concha para uma frigideira grande, se a vossa é mais pequena têm de usar menos massa.

 Não se atirem logo ao crepe a querer virar e atirar ao ar. Deixem-no sossegado até ele se começar a descolar dos lados da frigideira e a fazer bolhinhas.

Com a espátula levantem aos poucos o crepe, quando estiver completamente solto, virem-no e deixem-no cozinhar do outro lado até estar douradinho.

Aventureiros que querem atirar o crepe ao ar:

Depois do crepe solto, deixem-no escorregar até estar na bordinha da frigideira, com um movimento rápido atirem o crepe ao ar e tentem apanhá-lo, mesmo que não fique todo esticadinho e bonito, com a frigideira. Antes de fazerem o crepe seguinte, pincelem de novo a frigideira com muito muito pouca manteiga.

Os recheios:

 A receita mais famosa de crepes deve ser a de crêpe Suzette, tradicional da cozinha francesa, e na qual os crepes se servem acompanhados de um delicioso molho de laranja e flamejados.

 

Crepes salgados -  algumas sugestões:

- cogumelos

-fiambre e queijo fresco

- salmão fumado

- peixe, como atum, ou marisco em molho branco

- queijo e legumes

Crepes doces -  algumas sugestões

 - gelado

- chantilly  e fruta

-  molho de chocolate

-açúcar e sumo de laranja

Simit – um pão diferentes todos os dias nos dai hoje…

Malmö, a cidade onde vivo é a terceira maior cidade do país e fica situada no sul da Suécia, 27% da população é formada por imigrantes e/ou refugiados. Vêm estas informações demográficas a propósito de um post que aqui há uns tempos escrevi sobre o gulosaudosismo. E que maior prova deste fenómeno pode haver do que os imensos supermercados e restaurantes de comida mais ou menos exótica que podemos encontrar em Malmö onde o prato  típico passou há algum tempo a ser falavel!

Na minha última visita ao meu supermercado favorito, e do qual vos falarei mais tarde, comprei um pãozinho que nunca tinha visto antes- simit.

O simit é tradicional em países como a Grécia, Macedónia, Turquia ou Bulgária, tem uma forma circular e é polvilhado com sementes de sésamo. Serve-se como “comida de rua” ou ao pequeno-almoço com queijo ou doces. Tal como os bagels estes pãezinhos são cozidos antes de irem ao forno, no caso dos simit numa calda doce.

O pão tem uma textura e um sabor mesmo diferentes, é quase uma mistura de bolo com pão, ideal para o lanche ou, como  servi, com doce de figos da minha mãe e queijo azul dinamarquês.

Morango Mutante

 

Morango Mutante

O negócio do morango na Suécia é uma coisa levada muito a sério. Os morangos são vendidos em caixas de 200 a 500 gramas e são caríssimos, em Portugal costumava fazer doce de morango, aqui nem por isso. Este ano já comprámos morangos vindos da Bélgica, de Espanha, de Itália e dos, espantem-se, Estados Unidos. O dia em que todos os suecos comem morangos é na noite do Solstício de Verão, para os suecos esta é uma festa tão grande ou maior que o Natal. Para essa data tão especial quase todas as pessoas optam por comprar morangos suecos, que  são muito mais caros e nem por isso melhores.

No outro dia, entre os morangos que comprei, e que eram grandes e doces, encontrei este! Nunca tinha visto um morango tão grande, consegue adivinhar o seu país de origem?

Muffins para o golfe

Golf Muffins – para o meu marido viciado em golfe – se não os podes vencer…….


Ingredientes:
(Cerca de 10 muffins)
(sem não estão habituados a este tipo de medidas vejam aqui a explicação)

100 gramas de manteiga amolecida
2  decilitros de açúcar
2 ovos
1 colher de chá de raspa de laranja
1 / 2 decilitro de iogurte
3 decilitros de farinha
100 gramas de mirtilhos congelados ( ou outros frutos silvestres de que gostem)
100 gramas de chocolate branco derretido
75 gramas de coco em flocos + corante alimentar verde

Preparação:

Numa tigela média batam a manteiga e o açúcar. Adicionem os ovos e batam bem, misturem o iogurte. Combinem os ingredientes secos e adicionem à mistura anterior, mexam para combinar. Delicadamente adicionem os frutos silvestres. (Não descongelem os frutos!) Dividam o preparado por forminhas de papel para muffins. Cozam no forno ( 400 ° F (200 ° C)) por cerca de 15-20 minutos.

 

Para fazer golf muffins:

Mergulhem  o topo dos muffins, depois de cozidos, no chocolate derretido e polvilhem com o coco verde. Enquanto o chocolate ainda está mole “colem” a bola, eu usei pequenas bolas de chocolate branco. Decorem com bandeiras vermelhas.

 Podem decorar  estes bolinhos de imensas formas diferentes, algumas sugestões:

  • Açúcar ou coco amarelo mais chapelinhos de sol ( daqueles muito pequenos para decorar bebidas) -  praia
  • Açúcar ou coco azul mais  a forma de uma barbatana de tubarão ( faz-se facilmente em cartão cinzento) – mar
  • Mergulhem o topo dos muffins em chocolate e decorem com os frutos que usaram na massa.