Hoje o tacho vem fechado – Estufado de frango com vinho tinto e aipo

 Hesitei bastante sobre se haveria ou não de publicar esta receita na Padaria, primeiro porque não como carne, segundo porque ao  contrário de outras pessoas e até  chefes profissionais que são vegetarianos, não gosto particularmente de cozinhar com este alimento. Vivesse eu sozinha e não havia carne nesta casa, mas a verdade  é que não consigo convencer o viking, alimentado desde tenra idade a almôndegas e fiambre assado,  a deixar do dark side dos meat eaters, e por isso lá vou, embora contrariada, cozinhando alguma carne, especialmente frango, de origem  e qualidade garantidas, porque ainda assim é a que me aflige menos tocar.

Este prato é uma das “marmitas” favoritas do viking, faço sempre em grandes quantidades e congelo as caixas prontas a aquecer no micro-ondas. Segundo a opinião do especialista,  depois de aquecida a carne continua tenrinha e sabe a cheira a acabada de fazer.

A mim cheira-me a acordar com o aroma da almoço de domingo quase pronto pela minha mãe, ao som do meu pai a abrir a garrafa de vinho para a refeição, a um conforto que mais do que se sentir, quase se saboreia. E  por isso  vos asseguro que embora nunca o tenha provado, este estufado é uma delícia.

Ingredientes: (3 ou 4 marmitas tamanho viking)

  • 3  ou 4 peitos de frango em cubos
  • 3 dl de vinho tinto
  • 1 cebola grande em meias luas
  • 6 talos de aipo picados grosseiramente
  • 400 gramas de cogumelos partidos em quartos
  • 3 cenouras grandes partidas em rodelas grossas
  • 3 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de farinha
  • 1 dl de molho de tomate
  • Sal e pimenta
  • 1 colher de sobremesa de tomilho seco
  • 1 colher de chá de colorau doce
  • 4 colheres de sopa de azeite

Preparação:

Num saco plástico coloquem a farinha, o colorau,  um pouco de sal e pimenta, e o frango. Fechem o saco e agitem bem de modo a que os cubinhos de frango fiquem cobertos por uma leve camada de farinha.

Aqueçam o azeite num tacho grande. Fritem o frango só apenas até este estar dourado (não é preciso que esteja cozinhado). Retirem o frango do  tacho e reservem. No mesmo tacho, sem o lavar, amoleçam a cebola e os aipos, acrescentem os dentes de alho inteiros e as cenouras, o vinho tinto, o molho de tomate, sal, pimenta e os tomilhos. Deixem cozinhar alguns minutos. Voltem a colocar o frango no tacho juntamente com os cogumelos. Rectifiquem os temperos, tapem e deixem apurar em lume brando durante mais trinta minutos ou até as cenouras estarem tenrinhas e a carne macia e completamente cozinhada.

About these ads

14 comments

  1. Ana,
    Embora a carne não me faça falta, reconheço-o, não conseguiria de deixar de a comer definitivamente. Gosto imenso de carne e desses estufados nem se fala. Não hesitaria em substituir o frango por um bom pedaço de vitela. Este prato é o meu exemplo perfeito de “confort food”: quente, apurada e de substância. O teu viking tem aí umas marmitas deliciosas.
    Beijinhos

    1. Vitela entra na categoria “cute” e foi banida cá de casa. (já deves estar a revirar os olhos, imagino…), mas tb faço este estufado com carne de porco e é mt apreciado.

      bjs

  2. Adoro estufado de frango, os estufados são sempre uma forma prática e muito saudável de cozinhar. E o viking é um homem de sorte, eu recusar-me-ia a cozinhar qualquer coisas que não comesse :p

  3. Olá Ana,
    Esse estufado parece-me uma autêntico manjar dos deuses, é mesmo o tipo de prato que mais gosto! Também opto mais vezes por peixe e legumes do que por carne e 95% das vezes é carne branca, embora de vez em quando lá caia na tentação das vermelhas… Mas um franguinho assim estufado é para mim impossível de resistir!
    Beijinhos

  4. Gostei de ver a marmita tamanho viking :) Eu não como algumas carnes, mas a de frango adoro! E em estufados saudáveis fica deliciosa. Posso deixar de comer todas as carnes, menos a de frango. Em assados ricos no forno ou grelhado e passando pelos estufados, adoro. Gostei imenso da tua receita. Vou ter de experimentar para os homens da casa, chicken lovers :)
    Um beijinho.

    1. Eu tb deixei de comer carne aos poucos e ainda hoje não resisto a uma rodela de alheira, ou farinheira, mas mais do que isso já n sou capaz, acho que é o hábito tb.

      bjs

  5. Ana, mesmo fazendo uma alimentação saudável e dando prioridade ao peixe e legumes, confesso que gosto muito de carne e especialmente frango. Esse tachinho era bem vindo à minha mesa :) Gostei muito do aspeto e especialmente do tachinho.

    Beijinhos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s