Sopa Invejosa

Crescemos a pensar que é feio ser-se invejoso, que querer ser o ter as coisas dos outros é um sentimento mesquinho e deve ser a todo o custo evitado, ou pelo menos escondido. Eu, deixem-me que vos diga, sou uma invejosa do pior. Benzam-se e façam figas, peçam aos entendidos que vos tirem o “quebranto” e vos protejam, porque da inveja que eu tenho de receitas como a desta sopa da Carla, não escapam.

A mim a inveja não paralisa nem aflige, não fico a  ranger os dentes de raiva, nem faço o papel de fingida indiferença da raposa. Vejo a inveja como algo positivo  que me impulsiona e  leva a desenhar de imediato um plano para atingir novos objectivos. Acho que a vizinha da frente perdeu peso e eu ainda não larguei o quilo que trouxe de Portugal? É  comer menos e passar mais horas na passadeira. Quero a sopinha da Carla?  Basta levantar-me e ir para a cozinha.

 Foi o que fiz, infelizmente não com os resultados desejados. Serviu-me a experiência para pelo menos aprender que durante um ataque de inveja se deve:

- Ler bem as receitas e ver se temos todos os ingredientes em casa.

- Evitar brincar com facas acabadas de afiar

-Não tocar em electrodomésticos

Por não ter os ingredientes para fazer a sopa da Carla, e porque apesar de tudo o resultado final é tão saboroso, decidi publicar esta receita que, se compararem, já nada tem a ver com Creme de Lentilhas e Laranja. As lentilhas que uso cozem em 10 a 15 minutos e não precisam de ser colocadas de molho. São muitíssimo saborosas e consideravelmente mais simples de se preparar.

Ingredientes:

  • ½ courgette
  • 1 cenoura
  • 1 dl de lentilhas cor de laranja
  • 1 cebola roxa
  • 1 couve flor pequena
  • Sal e pimenta
  • 1 colher de chá de garam-masala
  • 2 cm de chili fresco picado
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • Sumo e raspa da casca de 1 limão
  • Vestígios de sangue humano (facultativo)

Preparação:

Se optaram pela versão com vestígios de sangue, comecem por afiar a vossa faca de chef e aproveitem para praticar cortes de legumes enquanto sonham com a sopa que viram num blogue amigo.

Depois de cortarem os legumes e um ou dois dedos, limpem os segundos, coloquem pensos rápidos e calcem luvas. Lavem bem os legumes e coloquem-nos numa panela (excepto meia couve flor e o chili) com o azeite, o sal, a pimenta e o garam masala. Levem ao lume até os legumes estarem tenros.

Entretanto coloquem a restante couve-flor cortada em fatias fininhas num tabuleiro, salpiquem com sal e umas gotas de azeite e coloquem no forno a 150ºC.

 Aos legumes acrescentem aproximadamente 8 dl de água a ferver e 1dl de lentilhas. Deixem cozer em lume brando.

Passem a sopa usando a varinha mágica, ou se a vossa também decidir deixar de trabalhar nessa altura, usem o copo misturador.

Antes de servir misturem o sumo e a raspa do limão, e decorem com o chili fresco picadinho e couve-flor assada.

About these ads

19 comments

  1. Ana,
    Já me ri à brava. Invejas dessas tenho-as eu muitos vezes e que saudáveis que são. Ainda bem que fui invejada e se não saiu um creme de lentilhas com laranja, saiu igualmente uma sopa bem saborosa que me deixou a mim com inveja, até estou aqui a sonhar com o garam-masala (+chili+limão? uau!). A parte do sangue é que se dispensa, essas facas afiadas são um perigo, livra! Uso as mesmas lentilhas. Acho-as mais saborosas e têm a vantagem de cozer rapidamente.
    Beijinhos

  2. LOL, no outro dia compramos umas facas multiple-purpose no ikea e só posso dizer que se tivessemos vampiros em casa, eles não se tinham segurado :p

    Também gosto muito das lentilhas laranja, tenho sempre um saquinho em casa, ficam maravilhosas na sopa ou em estufados.

    Quando vieres a Portugal, se passares pelo Porto, convido-te (o Viking também pode vir, não precisa de ficar triste) para a melhor francesinha da cidade :)

  3. Já me ri imenso com o teu post e a tua sopinha invejosa. Posso dizer que nesse aspecto também tenho o meu quê de invejosa, quando vejo em blogs amigos receitas maravilhosas e que me arregalam o olho e fazem correr para a cozinha. Mas é uma inveja boa, que resulta de partilhas e momentos felizes. E esta sopa está um mimo, adoro as lentilhas vermelhas, são lindíssimas. Cuidado é com as facas ( eu que o diga, que sou mulher de bisturi em punho!)
    Um beijinho.

  4. Grande texto! Adorei a descrição de uma nova perspectiva da inveja e nesta perspectiva em que a inveja nos torna melhores, mais capazes e sempre a crescer bem haja inveja dessas sempre.
    Grande receita! Nunca experimentei esses ingredientes juntos, bem lá terei de me roer de inveja e arregaçar as mangas ;)

    Beijinhos

  5. És incrivél Ana, deixa toda a gente bem disposta com estes teus posts! :)
    Eu se calhar não se chamaria inveja, chamar-lhe-ia admiração! Palavras à parte a tua versão ficou lindissima! Está muito bonita, com um aspecto deliciosissimo!
    beijinho*

  6. Fantástico, cheguei aqui cheia de curiosidade com esse título e deparo-me com esta descrição fantástica e hilariante da tua sopa!! E também eu sofro dessas “invejas”:), com tantas coisinhas deliciosas com que me cruzo todos os dias pelos blogues vizinhos!:) Já os precalços com as facas por vezes também me atormentam, mas é especialmente quando estou a fazer muitas coisas ao mesmo tempo e a stressar porque está tudo atrasado!!
    Esta tua sopinha ficou um mimo e deve ser fantástica com essa combinação de ingredientes! Agora bou eu daqui imbejosa…:):):)
    Beijinhos

  7. Tirando um certo ingrediente facultativo, para mim esta sopa está perfeita. És uma invejosa… mas haja muito destas invejas e nenhumas de outras e está o mundo feliz e contente. ;) É esta partilha fantástica que nos inspira.

  8. Ana,

    Não me digas que convidaste o Lestat outra vez para jantar! Essa coisa da sopa virar cabidela é que não. Quanto ao resto, confesso-me igualmente senhora de grandes invejas. Sobretudo se meter sopa. E lentilhas. Enfim, podes-me juntar ao rol. ;)

    Um beijo*

  9. Adorei o teu acto de inveja :) gosto dessa inveja saudável.. tb posso dizer que sinto por vezes e tal como tu faço por atingir o mesmo que essa determinada coisa ou pessoa.. mas a inveja malvada tira-me do sério!! enfim.. a tua sopa ficou com um aspecto divinal issto sim :) um beijo

  10. P.S. a sua desgraça com a faca é tão frequente em mim que as minhas mãos são uma amostra da cozinheira amadora que eu sou: desde cicatrizes de cortes a queimaduras pareço uma manta retalhada ;p

  11. OMG! Já me fartei de rir com este post!! Cada vez que venho aqui fico mais ansiosa que faças o próximo porque me divirto sempre imenso!! Adoro a maneira pratica como escreves e que me faz pensar que podias ser a vizinha do lado ☺
    Obrigada pela partilha … (e para a próxima é melhor comprares uma luva daquelas que se usam nos talhos :p)
    Bjinhos

  12. (estive doente… muito doente… e por essa razão este passou-me)
    Com que então a cortar dedos… olha, aí está um ingrediente que nunca me lembrei de adicionar à comida. E afinal eu até gosto de cabidela – AH AH… aposto que com esta é que tu não contavas :P
    Mas olha que esta sopa tem que se lhe diga… lá isso tem, não admira que tenhas ficado invejosa. Eu própria já estou roída :P

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s