Convidei para lanchar – Vickie o pequeno viking

Assim que li o tema deste mês do Convidei para jantar que está a decorrer em casa da Su, soube de imediato quem seria o meu primeiro convidado: Vickie  -  o pequeno viking, a personagem principal dos primeiros desenhos animados que me lembro de ver, nos anos 70 e ainda com televisão a preto e branco. Há quase um ano escrevi aqui um post no qual partilho convosco o meu bolo favorito, o meu bolo Vickie que na verdade nunca cheguei a provar.

A contrário de mim, o Vickie não envelheceu. Mantem a mesma voz, o mesmo sorriso aberto e  o entusiasmo de alegria de uma eterna criança.

Os luxos da vida moderna não o espantam nem assustam. Conta-me que  costuma viajar, recebe muitos convites como o meu, há sempre um menino já crescido que o quer rever, voltar por algumas horas a brincar com ele, apresentá-lo  aos seus filhos.

Enquanto preparamos o seu lanche favorito, kanelbullar  com recheio extra de chocolate, vai partilhando comigo as suas aventuras. Sabe usar um computador, já viu televisão e gosta de andar  de avião, mas onde se sente realmente feliz é na sua aldeia viking perto dos seus amigos, do pai e da mãe que o entende melhor que ninguém.

Comemos sem pressas, os kanelbullar acabados de sair do forno e um grande copo de leite fresquinho. Fala-me de Sven que continua a ser um malandro mas que o Vickie consegue sempre vencer, e de Ylvie,  sua vizinha e melhor amiga.

Sem que nos apercebamos o tempo passa, a mãe  do Vickie regressa, agradece-me ter convidado o filho de quem se sente tão orgulhosa, está na altura de regressar a casa. Já nas escadas, enquanto arranja o seu capacete o Vickie  ainda se lembra:

- Quando nos vieres visitar mostro-te a minha catapulta!!.

 

Fecho a porta quase triste, imensamente nostálgica, vejo-me aos pulos pelos sofás a cantar “Hey hey Vickie!!”, penso no meu bolinho do Vickie,  quão depressa passaram tantos anos.

Estou a arrumar a cozinha quando o meu viking chega a casa.

- Fizeste Kanelbullar com chocolate? E ainda estão morninhos mesmo como gosto e comia quando vinha da escola, são os meus favoritos. –  diz-me enquanto se serve de um enorme copo de leite.

Observo-o enquanto come os bolinhos. Será?

-Quando eras miúdo, alguma vez fizeste uma catapulta?

O bolo que não comemos. Eu, a mãe e a minha mana.

A receita.

Kanelbullar, ou pãezinhos de canela, são tal como as bolachas de gengibre, talvez um dos mais populares doces suecos. Os que se vendem já prontos ou congelados, são muito maiores do que os meus e têm menos recheio. Ficam mais direitinhos e bonitos, mas acho-os muito secos. Nós preferimos comer um bolinho mais pequeno e com muito recheio, a um grande kanelbulle com muita massa e pouco sabor.

Em relação à receita original, fiz as seguintes alterações.

-Usei apenas ¼ da receita. A receita inteira faz dois tabuleiros de kanelbullar grandes, é o ideal para uma festa de crianças ou congelar.

- Uso o dobro do recheio do que o indicado para ¼ da receita e acrescento um colher cheia de cacau em pó.

-Tradicionalmente os Kanelbullar são polvilhados com pärlsocker, não sei se se vende em Portugal  nem como se chama na nossa língua.

A receita foi adaptada por mim das receitas de Kardemummabullar e kanelsnurror publicadas no Sju Sorters kakor e faz, se a seguirem à risca, kanelbullar como os que se vendem no Ikea. Se preferirem a minha versão, basta seguir as alterações que vos indiquei.

Ingredientes: 45 kanelbular (dependendo do tamanho)

  • 150 gramas de manteiga
  • 5 dl de leite
  • 50 gramas de fermento de padeiro fresco ou uma saqueta de fermento de padeiro seco
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 140 grama de açúcar
  •  1 1/2 colheres de chá de sementes de cardamomo ou 2 colheres e chá de cardamomo em pó
  • 720 gramas de farinha de trigo

Recheio:

  • 100 gramas de manteiga
  •  90  gramas de açúcar
  • 2 colheres de chá de canela

Preparação:

Derretam a manteiga, adicionem o leite, quando estiver morno juntem o fermento e misturem bem para dissolver.

Numa tigela grande ou na tigela da batedeira, coloquem este líquido juntamente com o açúcar, o sal e o cardamomo. Misturem bem e vão adicionando  a farinha, até a massa de descolar das vossas mãos ou das paredes da tigela. Deixem levedar até duplicar de volume.

Para o recheio basta misturar os ingredientes. Podem também usar  um pouco de cravinho em pó, gengibre ou o cacau.

Aqueçam o forno  a  250ºC, 225ºC se tiverem um forno com circulação forçada de ar quente.

Se estão a fazer a receita toda, dividam a massa ao meio. Estendam cada parte com um rolo da massa até ter um quadrado. Cubram a massa com o recheio e enrolem-na com se fosse uma torta. Cortem em fatias, eu faço as minhas com a largura de 1,5 cm.

Coloquem os kanelbullar num tabuleiro  forrado com papel vegetal, ou em caixinhas de papel  e deixem levedar de novo até duplicarem de volume. Se desejarem antes de os cozer, podem salpicá-los com açúcar e pincelá-los com ovo batido.

Cozem durante 8 a 10 minutos.

21 comments

  1. Pois nos anos 80 eles também passaram na minha televisão :)
    Mais uma vez somos brindadas com fotos perfeitas para crianças e nem o leite foi esquecido, já para não dizer que acho a foto das meninas uma ternura. Excelente partilha, cheia de sabor para um pequeno e valente convidado. Boa semana.

  2. Oh Ana… que coincidência deliciosa… afinal de contas acabaste com o teu desenho favorito!!! E se isto não é o destino, não sei o que será… ;)
    Adorei conhecer a história do bolo Vickie, e porque não agora que és uma menina grande, fazeres uma réplica desse bolo e convidares a tua mana para ambas poderem finalmente comer o dito?!
    É tão bom voltar aos teus de infância não é??
    E esses Kanelbullar parecem-me realmente deliciosos… e eu que adoro canela :D

    P.S. Olha, já ando a ver a história da Ana já grande quando o Gilberto vai para a guerra… ;)

  3. Perdia-me a ver o Vickie em miuda Ana, belas recordações me trouxeste agora. Não podias ter melhor companhia no teu lanche e esses rolinhos hummmm fabulosos

    beijinhos e obrigada pela partilha!

  4. Oh.. que lindo post! Fiquei com as lagrimas nos olhos. Este desafio tem sido uma descoberta do meu “eu” é bom escrever spbre as coisas que adoramos e daí sair uma receita que mesmo que não seja exista ningeum para a comer sabemos que a fizemos de alma e coração.. isso tem a contecido comigo em todos os “jantares”, já estou a finalizar o ultimo que tb me é muito especial.. com isto esqueci-me de falar da tua receita que tem um aspecto lindo e adorei os copinhos de leite simples acompanhar :) um beijo e obrigada pela partilha e pela grande ideia que lançaste á 3 meses,

  5. LOL, quando vi o título, desmanchei-me logo à gargalhada por causa dos teus vikings. E que sorte, ambos gostam de Kanelbullar com extra chocolate! Era giro se fossem o mesmo, mas creio que terás que perguntar ao teu se quando era pequenino foi desenho animado :p

    O pão, mesmo semi-cozido, fez sucesso cá em casa e tenho o Vel à minha perna sempre a pedir para fazer mais daquele pãozinho mesmo bom! Já decidi, este fim de semana vou fazer fornada dupla. Até lhe vai sair pão pelos olhos!

    Quanto aos iogurtes, bem que gostava de ser comedida e fazer dos simples, mas não consigo. Se vires as receitas de iogurtes aqui do blogue vais reparar que não são iogurtes e sim sobremesas (algumas bem generosas!!!). É o meu pequeno treat para a hora do almoço. Antes isto que tirar um chocolate gorduroso da máquina (isto é o que digo a mim própria para me sentir menos culpada na ingestão de calorias…).

  6. Ena, o Vickie…Como eu gostava de ver esse diabrete…Os desenhos do nosso tempo eram bem melhores e mais divertidos, mais sinceros e menos violentos. Ensinavam sempre alguma coisa de bom e as músicas até hoje se as ouvirmos sabemos trautear-las. Tenho de fazer o meu lanche ,mas vou convidar uma floresta inteira, eheheh
    Estes doces parece os cinnamon rolls mas em modo mais pequeno e delicioso!
    Bjoka
    Rita

  7. Ana! É o delirio! Eu adoro o Vickie!!!! Adorava ver com a minha mana :) Ainda hoje tenho resmas de coisas do Vickie (Oops hehe)
    Este mês tou um bocado em crise.. não sei bem quem convidar…
    Adorei os teus Kanellbullar, estão assim um miminho perfeito à altura do teu convidado!
    Beijinho*

  8. Oh Ana, gostei tanto de ler este teu texto. As viagens à infância estão tão repletas de felicidade mas deixam tanta saudade. Mas deixaste-me com um grande sorriso no fim. Afinal acabaste por arranjar um Vickie/vicking muito real. :) Quanto aos Kanelbullar, desconhecia-os, mas parecem-me uma delícia. Beijinho!

  9. Ana, que post tão delicioso. O Vickie entrou na minha casa já eu era adolescente, mas nem por isso gostei menos que as minhas irmãs, que eram crianças. Lembro-me por exemplo do pai do Vickie que aproveitava todas as ideias geniais do filho para dizer que eram da sua autoria. Era muito engraçado, mesmo. Li este teu post com muita saudade e com a banda sonora a entoar-me aos ouvidos. Muito obrigada por me teres levado ao passado.
    Lindo, lindo!
    Beijos
    Maria

  10. Estas são as nossas “canelas” açorianas. Contudo cá exageram no tamanho e fazem-nas bem grandes.
    As tuas ficaram tão mimosas e muito apetecíveis. Não tenho infelizmente recordações do teu pequeno Vickie. Provalvelmente estes desenhos animados nunca passaram na RTP Açores. Até à maior parte da minha infância só tínhamos acesso a um único canal de televisão que apenas transmitia a partir das seis da tarde. (Incrível, não é?)Tínhamos meia hora de desenhos animados e depois vinha o telejornal . À meia-noite encerrava a programação com o hino nacional. Talvez até éramos sortudos porque não passávamos as tardes a ver televisão, mas a brincar com os nossos amigos. Outros tempos, portanto, que têm sido recordados com um misto de alegria e nostalgia.
    Um abraço
    Patrícia

  11. Que convidado tão apropriado… Adorei a história (lembrava-me da referência a esse bolo que não tinha sido comido) e a receita que apresentaste. O pequeno deve ter adorado ;)
    Babette

  12. Eu secretamente sabia que iria encontrar por aqui o Vickie! :)
    Que bem escolhido, um regresso à infância e um post super delicioso. Obrigado mais uma vez por nos conduzires tão bem à nossa infância…que saudades agora…
    E esses bolinhos de canela tradicionais são o máximo, adorei, e assim, com muito recheio!
    Parabéns. Saio daqui com um grande sorriso e animada!
    Um beijinho.

  13. Que giro, já era teu destino desde pequenina encontrar um viking! :D
    Já não conheci esse pequeno Vickie, pelo menos não me recordo de o ver, mas gostei da tua história, das tuas memórias e adorei a ironia do destino, que te levou a (re)encontrá-lo em versão adulta!
    Os bolinhos estão um encanto, como sempre:)
    Beijocas :)

  14. Que lindo post! Que história (em parte, estória!) mais linda!
    E, será? Deixa ele responder não!
    Pena que eu não conheci este desenho, acho que não passou aqui no Brasil.
    Em todo caso, eu já sei quem vou convidar! ;)
    Beijos!

  15. O Vickie é um dos meus melhores amigos de infância. Que saudades. Hoje ainda sou capaz de folhear os livros das suas aventuras e rir, quase, quase com o mesmo entusiamo e alegria com o que o fiz vezes sem conta quando era criança e soltar as mesmas gargalhadas. Adorei a história Ana. Sobre a iguaria nem consigo proferir uma única palavra, que sortudo este Vickie ; )
    Beij
    MM

  16. É caso para dizer… Hey hey Vickie, Hey Vickie Hey!… :) Que belas recordações.
    O meu marido é super fã desse belo pequenote. Faz parte da sua infância e das suas brincadeiras.
    Quanto ao bolinho… Humm!… consigo imaginar o seu delicioso aroma a sair quentinho do forno. Que belo convidado e que bela partilha.
    Beijinhos tricolores!!!

  17. Ana,
    Não podias ter escolhido melhor convidado.
    Parece que estou a ver-me de novo na cozinha dos meus pais, com a minha mãe a abrir as carteiras de cromos do Vickie e a completar a caderneta. A primeira que tive.
    Beijinhos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s