Pão de Mirtilos

by ana

Com o passar dos dias a minha vida, embora num ritmo completamente diferente, começa a estar mais organizada, e aos poucos instala-se uma bem-vinda rotina que me permite também dedicar um pouco mais de tempo à Padaria e aos blogues amigos que gosto de seguir. Antes da receita de hoje,  queria lembrar que o Convidei para Jantar está como certamente já notaram, a decorrer em casa da Vera. Participem e divulguem! Aproveito também para agradecer as vossas mensagens e apoio. Sei que os vossos votos são sinceros e aquecem o meu coração mais do que podem imaginar.

Hesitei bastante em contar-vos esta nova aventura que estou a viver, porque como sabem sou tímida e um pouco reservada, mas a vossa resposta foi tão positiva que decidi escrever uma série de posts nos quais partilharei convosco os detalhes do  meu dia-a-dia.

E aqui vamos nós, forno aquecido, a Padaria aberta, voltamos também às receitas e experiências na minha cozinha. Começamos com pão, que mais poderia ser?

Na revista Baka, de onde tirei esta receita,  as fotografias mostravam um pão lindo de interior azul forte e magnifico. Usei os melhores mirtilos que encontrei e segui a receita à risca, o resultado, embora saboroso, é um pãozinho de aspecto descorado e tristonho. Terá a revista abusado do Photoshop? Terão acrescentado à receita algum corante alimentar? Se experimentarem a receita, não se esqueçam de me contar o quanto azul ficou o vosso pão. (Vou colocar uma foto da revista no Facebook da Padaria)

A receita é simples e não dá trabalho nenhum,  mas têm de começar de véspera ou com alguma antecedência.  Mãos à massa:

Ingredientes: (1 pão grande)

Pré-fermentação:

  • 5 gramas de fermento de padeiro fresco
  • 2,5 dl de água fria
  • 150 gramas de farinha de trigo para pão

Massa final:

  • 7 gramas de fermento de padeiro fresco
  • 1 dl de água fria
  • Massa da pré-fermentação
  • 1 colher de sopa de sal
  • ½ colher de sopa de mel
  • 430 gramas de farinha de trigo para pão (aproximadamente)
  • 200 gramas de mirtilos

Preparação:

Na véspera/ 4 horas antes

Desfaçam o fermento na água, acrescentem a farinha. Misturem bem. Deixem a massa fermentar 4 horas a temperatura ambiente ou durante a noite no frigorífico.

Massa final:

Triturem os mirtilos. Desfaçam o fermento numa tigela juntamente com a água, misturem os mirtilos, o sal e o mel. Acrescentem a farinha e amassem durante 10 a 15 minutos a baixa velocidade, se estiverem a usar um assistente de cozinha ou a  vossa MFP. Podem também amassar à mão, demora um pouco mais de tempo, já sabem que devem amassar até obterem uma massa elástica  que se despegue com facilidade das vossas mãos mas que não esteja demasiado seca!

Deixem a massa fermentar durante 1 a 2 horas.

Dividam a massa em 4 e formem baguetes, ou em dois e façam dois pães redondos ou ovais. Polvilhem os pães com farinha de deixem fermentar mais 1 hora enquanto  o forno aquece a 250ºC.

Quando os pães tiverem duplicado de tamanho e estiverem prontos a ir para o forno, transfiram-nos para um tabuleiro. Uns minutos antes de colocar o pão no forno, eu costumo deitar um copo de água num tabuleiro que está já no forno. Desta forma cria-se vapor e o pão fica mais estaladiço. Podem também borrifar o pão e as paredes do forno com água.

As baguetes cozem durante 20 minutos. Os pães demoram um pouco mais e para evitar que se queimem, é importante que depois de passados 10 minutos, baixem a temperatura do forno para 200º/215ºC. O pão está pronto quando “soar a oco”, ou quando a sua temperatura interna atingir os 97ºC.

About these ads

18 Comments to “Pão de Mirtilos”

  1. Mesmo assim “descorado” está com um aspeto magnífico! Já tenho saudades de fazer pão. Será que fica bem com amoras? Tenho muitas congeladas que apanhei no verão. Beijinhos.

  2. És tão bem-vinda da parte da Marmita, já tinha saudades tuas e das tuas receitas fantásticas :) O meu convidado também está quase a chegar, um beijo grande a boa sorte

  3. Ola tudo bem vim conheçer o seu cantinho e adorei tudo achei tudo muito bom e uma delicia, parabéns por seu catinho muito bem feito e muito bem elaborado,, estou te seguindo para nao perder nadinha…
    Passe conheçer os meus cantinho se vc puder..
    http://culinariachrisgipebube.blogspot.com.br/
    http://ministerioinfantilchrisgipebube.blogspot.com.br/

    sera uma honra ter vc por aqui…
    christina

  4. :D Bem-vinda Ana!!! Muito refrescante a nova cara do blog (inda não tinha visto…) Pois que a padaria reabra e para ficar! Nós por cá aguardavamos o teu regresso com água na boca :P
    Com tanto mirtilo que por aqui havia, eu já sem saber que fazer cos ditos cujos… Ainda tenho alguns congelados, pode ser que experimente!
    Beijinho e bom regresso!!

  5. Oi Ana parece saboroso seu pão, só não sei se com a minha ansiedade, consigo esperar tanto pelo preparo.Mas assim que eu adquirir um pouco mais de pasciência eu tentarei faze-lo.Beijos querida e tudo de bom.

  6. Oi Ana, ainda não tinha pensado em fazer pão com mirtilos, mas achei bastante interessante. Andei fazendo experiências com mirtilo, buscando um bolo azul, e funcionou, porém com os mirtilos cozidos. Ao cozinhar as frutas elas soltam aquela cor de sangue, que depois de assados ficam azuis. Não sei bem se foi uma reação química com o fermento em pó… mas quem sabe usando os mirtilos cozidos no seu pão (ou o caldo vermelho que solta das frutas, em lugar do líquido da receita) …. só uma sugestão…
    De qualquer forma, o pão ficou com uma aparência linda e saborosa :)

  7. Ana, não pude deixar de me lembrar de um frozen yogurt de mirtilo que também ficou com um ar descorado :)
    O que pode funcionar para melhorar a cor, talvez seja colocá-los ao lume para libertarem os seus sucos. Desde que faço isso obtive já sucesso em gelados :) Os pães doces que faço de mirtilos não trituro, coloco inteiros.
    De qualquer forma deve ser um pão delicioso. Um belo regresso da padaria!
    Um beijinho.

  8. Olá Ana, fizeste muito bem em partilhar a tua aventura connosco, que te queremos bem e te enviamos os nossos pensamentos positivos gerados pela amizade que nos une a todas, as Amigas da Culinária!
    Este pão, mesmo descorado como tu dizes, tem um excelente aspecto, fofinho e estaladiço.
    Aqui em Portugal já vão aparecendo mirtilos com alguma frequência e já há grandes “criadores” aqui perto de Castelo Branco. Vou levar a receita. Não sei se sabes, mas aquele teu Pão Rápido de Sementes e Nozes fez muito sucesso lá no Meu Estaminé. Obrigada pela tua partilha. Felicidades para o teu novo trabalho. Bjs. Bombom

  9. Ana, tenho cá para mim que pão roxo só mesmo com corante… E bem sabes como eu tinha saudades de vir aqui à Padaria, aliás, acho que até tenho feito menos pães do que o normal… (se calhar porque no verão também comemos menos pão, mas pronto, também posso ter o meu momento lamechas!!!).
    Por acaso tenho mirtilos congelados, que colhi do meu “mirtileiro” mas tenho-os reservados para fazer um gelado. Mas, assim que encontrar mirtilos a um preço decente prometo experimentar esta receita.
    E a Vera deixou-me com uma indecisão, é que tenho muita gente que gostava de convidar… Se não me despacho acabo por não convidar ninguém :(

  10. que bom regresso!
    O pão pode ter ficado sem a cor pretendida mas de certeza que está delicioso!
    E já ando a preparar o jantar do meu convidado :) beijinhos

  11. Ana!!! Minha Linda! Muito bem vinda :) Eu tenho andado com imenso trabalho e parece que me escapou o teu regresso. As saudade já eram mais do que muitas, claro. Espero que agora nos voltes a brindar com os teus fantásticos posts. Olha, eu vou mesmo testar este pão e depois conto o resultado, combinado?!
    Um grande beijinho – ah, e vou já espreitar o Convidei para Jantar, para retomar a participação.

    ***

  12. Descorado mas autêntico, este pão deve ser uma delíiiiiicia! :)
    Perfieto para dar energia logo pela manhã.
    Bjs

  13. Olá Ana:)
    Descorado ou não, o pãozinho ficou bem bonito e com o aspeto artesanal e very homemade a que já nos habituaste :)
    Também acho que fizeste muito bem em partilhar a tua aventura, fiquei muito contente por ti!
    O meu convidado já está a caminho :)
    Beijinho grande!

  14. Ola amiguinha. Quantas saudades. Olha, com ou sem cor, esta com um aspecto convidativo.
    Muitos beijinhos
    Maria

  15. Tenho mesmo que comprar uma batedeira em condições para por mãos à obra com um séria de receitas de pães que vou acumulando ( muitas delas tuas, e esta parece-me ser mais uma candidata)

  16. Gostei da sugestão! Até faz crescer água na boca. :)

  17. Olá Ana,

    Não tenho acompanhado o seu percurso, mas li algumas linhas suas e apercebi-me da sua mudança no trilhar do caminho profissional.
    Desejo-lhe as maiores felicidades nesta sua nova escolha, que tudo corra como deseja e cá fico a aguardar todas as novidades que entender partilhar connosco ! :-)

    Quanto ao pãozinho, ele está com muito bom aspecto, embora possa ter “defraudado” as suas expectativas…
    Seja como for, tenho a certeza que o sabor e o aroma a realizaram na perfeição.
    Parece-me uma delicia !

    Beijinhos

  18. Olá Ana!
    Que bom que voltaste, já sentíamos a tua falta.
    Mesmo sem ter ficado azul o teu pão parece-me bem bom com o seu miolo arrendado. Eu por mim já comia uma bela fatia.
    Bjnhos e bom fim de semana
    Manela

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: