Archive for ‘Uncategorized’

June 5, 2012

Mudança….

by ana

Por aqui atravessamos um período de grandes mudanças e estou a tentar reorganizar o pouco tempo que tenho livre. Se tudo continuar como previsto daqui a pouco partilharei convosco as minhas novidades. Durante as próximas semanas a Padaria vai andar um pouco mais parada, mas espero voltar assim que puder à vossa companhia. O nosso Convidei para Jantar continua a decorrer, desculpem-me por não poder acompanhar tão de perto as vossas participações ou visitar mais assiduamente os blogues amigos.

Um abraço e até breve.

April 7, 2012

Feliz Páscoa

by ana

Quase me esquecia de deixar na Padaria uma mensagem de Páscoa feliz para todos.

Por aqui esta data não tem o mesmo significado nem encanto.  Na minha família o retrato de Páscoa que tenho é ao entrarmos em casa da minha avó, sermos de imediato recebidos pelo aroma de carne assada, é a mesa posta na sala de jantar, o bolo ninho da minha tia já no aparador, em som de fundo  a televisão com as celebrações em directo de Roma.

Ainda que pouco dados a religião, os suecos festejam a Páscoa com umas mini-férias de quatro dias e muita comida. A mesa de domingo de Páscoa é uma versão mais reduzida da refeição da ceia de Natal e  existe até uma versão da bebida favorita dos suecos para esta ocasião: Påsk Must. Esta bebida é exactamente a mesma que bebemos no Natal, mas com uma garrafa e rótulos diferentes. :)

Este ano convidei o meu sogro e as minhas sogras para virem almoçar connosco. A ementa é luso-sueca, salmão e arenque como pratos principais, pão-de-ló cremosos e arroz doce para a sobremesa.

Hoje tinhamos planeado dar um passeio,  aproveitar o Sol, mas a verdade é que  para além de estar imenso frio, voltou a nevar e apetece mais ficar em casa.

Enquanto vou adiantando o almoço de amanhã, aproveitei o forno e fiz para o lanche estes cupcakes com baunilha, que vamos comer daqui a pouco com uma caneca de chocolate quente  enquanto vemos os dois primeiros Aliens. Não são bem As Sandálias do Pescador, uma escolha muito mais acertada para este sábado, mas num dia tão triste e frio como hoje, não há nada melhor do que nos enroscarmos no sofá a ver filmes de terror.

Espero que passem uma maravilhosa Páscoa com Sol e perto dos que vos são mais queridos.

April 2, 2012

Uma semana mais curta e uma receita batoteira

by ana

Começo esta semana, em que todos fazemos planos e nos preparamos para umas mini férias, com uma sugestão muito simples da qual já vos falei por alto aquando da celebração do aniversário da Mané. O curd batoteiro é cremoso e leve, amarelinho e quase fresco, ideal para saborear nestes dias de Sol e na contagem decrescente para a Páscoa.

Por ser tão simples e versátil, corro o risco de quase repetir uma receita que publiquei ainda o mês passado, mas penso que vale a pena dar a este curd um pouco mais de destaque.

Feito com muito menos gordura e com a ajuda de um pouco de farinha custard, este curd é para além de menos pesado, muitíssimo mais fácil de preparar do que o curd tradicional.  Para esta versão usei sumo de toranja e lima, mas podem utilizar sumo de qualquer citrino ou até de framboesas.

Para além de ser perfeito com Ris à la Malta, uma sobremesa diferente  e deliciosa que fará se  a quiserem experimentar sucesso na vossa mesa de Páscoa, podem  usá-lo para rechear bolos, acompanhar gelados ou scones. Um frasquinho deste curd com scones ou biscoitos  faz um excelente presente caseiro.

Ingredientes:

  • 2 ovos
  • 75 gramas de açúcar
  • Raspa de uma lima
  • Sumo de 1 toranja e 1 lima (2,5 dl no total)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 1 colher de sopa de farinha Maizena ou Custard

Preparação:

Numa tigela coloquem metade da raspa da lima. Por cima da tigela coloquem um passador de rede.

Num tachinho de confiança (aquele que sabemos que não pega), misturem o açúcar, a farinha,  um pouco do sumo de fruta, os ovos batidos e metade da raspa da lima. Misturem bem para evitar grumos, acrescentem o resto do sumo e levem a lume médio sem parar de mexer. Em minutos vão começar a sentir o preparado a engrossar, continuem a mexer sempre até conseguirem ver o fundo do tachinho. Retirem do lume,  acrescentem a manteiga batendo bem.

Passem o preparado pelo passador de rede. Para evitar que  se forme uma “pele” na superfície do curd, cubram-no com película aderente enquanto arrefece. (O plástico tem de estar em contacto com o curd.)

Coloquem em frascos e guardem no frigorífico.

January 16, 2012

Convidei para jantar – Lisbeth Salander

by ana

Não podia deixar passar o mês de Janeiro sem lançar aqui na Padaria um projecto que há anos tenho a levedar na minha imaginação. Se pudesse convidar alguém para jantar, quem escolheria? Que prato serviria?

É este o meu desafio para o ano de 2012, e o convite que também vos deixo. Unir a comida a outras paixões e todos os meses convidar alguém para jantar. Personagens, escritores, atletas, músicos, actores, gente famosa ou não, mas que gostaríamos de ter à nossa mesa. O tema deste mês é Personagens de livros e/ou filmes. (Vejam como podem participar no fim do post.)

A minha primeira convidada é Lisbeth Salander, a versão adulta da Pippi das Meias Altas,  criada pelo sueco Stieg Larsson para os seus livros Millennium, uma colecção que infelizmente, e como todos sabemos, acabou em trilogia. Lisbeth tem sido considerada uma das personagens mais fascinantes e misteriosas da literatura dos últimos anos e penso que dispensa apresentação. Imagino que se um dia viesse jantar comigo, seria porque de alguma forma estaríamos a trabalhar juntas num qualquer projecto,  e que por comodidade o faríamos enquanto comemos. Gostava de lhe perguntar o que está a fazer agora, o que aconteceu depois de ter aberto a porta a Mikael, mas creio que não me responderia. Mais certo seria que, como um Ipad numa mão e uma cerveja noutra, olhasse para mim de lado e me atirasse um”Mete-te na tua vida.” Por isso comeríamos em semi-silêncio e depois de jantar talvez  a convidasse casualmente  para mais umas cervejas e uma ronda pelos pubs da cidade. Quem sabe?

Embora de aspecto anoréxico, Lisbeth não recusa um prato de comida,  mas penso que a alimentação para ela é mais uma necessidade do que um prazer e comer tem de ser algo que não a desvie durante muito tempo do seu computador.

Lisbeth não é de forma alguma uma picky eater, come carne e peixe e quando alguém cozinha para ela serve-se  várias vezes, não sei se por realmente gostar do que está comer, ou para armazenar energia.

Das suas compras traz: kefir, leite, queijo, ovos, pão, kanelbullar (uns caracóis de canela muito populares na Suécia), café, chá, pickles, maçãs, e um grande saco de Billy´s Pan Pizza. Todas as suas escolhas são convenientes e rápidas de preparar. As “pizzas” vendem-se em rectângulos e “cozinham-se” no micro ondas em minutos. À excepção destas horrorosas pizzas, Lisbeth parece optar por alimentos mais saudáveis como kefir e maçãs  em vez de chocolate ou outros snacks. Em qualquer loja de conveniência sueca há imensas refeições prontas que apenas necessitam de micro-ondas, por isso esta predilecção pelas Billy, só se explica se Lisbeth realmente gostar de pizzas, ou escolher refeições que se possam comer só com uma mão, enquanto faz outras coisas.

De qualquer das formas, e também para manter a informalidade da ocasião, achei que servir pizzas seria uma boa opção, mas numa versão mais saudável e saborosa, com uma base de sourdough e farinha integral e molho de tomate caseiro.

Pizza com courgette e queijo feta

Pizza com coguemelos Portobello, fiambre e  pimentos

Esta receita de bases de pizza é excelente para aproveitar restos de starter quando estamos a fazer pão com sourdough. Como o post já vai longo, vou deixar a preparação desta massa para outro dia. Pessoalmente gosto de fazer tanto as bases de pizza como o molho de tomate em casa, mas nada vos impede de usarem produtos pré-preparados. A pizza com courgette e queijo feta é bastante mais leve e menos calórica do que uma pizza tradicional. (desde que não abusemos do queijo!)

Ingredientes:

  • 2 bases de pizza (publico a minha receita brevemente)

Para o molho:

  • 6 tomates grandes, pelados e cortados em pedaços
  • 1 cenoura em cubinhos
  • 3 hastes de aipo picadas
  • 1 cebola pequena picada
  • 3 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Sal, pimenta e orégãos

Coberturas para as pizzas:

  • 1 courgette
  • 2 pimentos
  • Azeitonas
  • 100 gramas de queijo feta
  • 3 cogumelos Portobello
  • 150 gramas de fiambre
  • Queijo mozzarella
  • Azeite
  • Orégãos

 Preparação:

Comecem pelo molho de tomate. Levem ao  lume o aipo, a cenoura,  a cebola e o azeite, cozinhem até as cenouras estarem tenrinhas. Temperem  com sal, pimenta e orégãos, acrescentem os restantes ingredientes e deixem apurar. Se necessário acrescentem um pouco de água. Passem o molho usando a varinha mágica e reservem.

Entretanto preparem as coberturas:

Assem e pelem os pimentos.

Numa frigideira cozinhem separadamente, e  com um pouco de azeite, a courgette e os cogumelos em fatias. (Não se esqueçam de os temperar.)

Aqueçam o forno a 200ºC.

Estendam uma base de pizza no tabuleiro, salpiquem-na com umas gotas de azeite, e levem-na ao forno durante 10 minutos. (Pré cozer um pouco a massa da pizza ajuda a evitar bases húmidas)

Retirem a pizza do forno, e enquanto preparam a sua cobertura, façam a pré cozedura da segunda pizza.

Para a primeira pizza usem como cobertura o molho de tomate, a courgette, azeitonas, umas tirinhas de pimentos, e queijo feta em pedacinhos. Acrescentem um fio de azeite, orégãos, e levem ao forno durante 5 a 10 minutos.

Entretanto vão cobrindo a segunda pizza com molho de tomate, queijo mozzarella, fiambre, os cogumelos, pimentos e azeitonas, azeite, orégãos e levem ao  forno.

Como todos os ingredientes das pizzas foram previamente cozinhados, a segunda cozedura deve ser o suficiente para terminar a cozedura da base e derreter o queijo. Eu faço as bases das minhas pizzas muito fininhas, com bases mais altas podem ter de aumentar o tempo de cozedura.

Projecto Convidei para jantar.

Algumas indicações:

 - Todos os meses é sugerido um tema para o jantar. A primeira edição decorre até 15 de Fevereiro e o tema é Personagens de livros e/ou filmes. Para participar basta que  convidem para jantar uma personagem escolhida por vós, falem um pouco dela e do que lhe serviriam e porquê, e partilhem a receita do que cozinhariam connosco. (Se não têm blogue e querem participar, podem enviar-me o vosso texto acompanhado de uma autorização para a sua publicação aqui na Padaria.)

- Não se esqueçam de referir que estão a participar neste projecto, e colocar um link para este post. Para ser mais fácil fazer o apanhado final, agradeço que deixem um comentário aqui com um link para a vossa participação.

- Penso que seria mais interessante se este projecto tivesse diferentes anfitriões todos os meses, e que não fosse eu sempre a sugerir  os temas. Se estiverem interessados em receber o projecto em vossas casas, contactem-me via  email ou na página da Anasbageri no Facebook.