Mark Bittman · refeições rápidas · vegetais e outros acompanhamentos

Batatas doces assadas em presunto

Não há forma de negar, estou viciada no Minimalista. Esta é mais uma das suas simples e absolutamente deliciosas receitas. Podem servir as batatas doces como acompanhamento de um prato de carne, ou como refeição leve, apenas com uma salada mista. A receita original  que pode ser vista aqui,é ligeiramente diferente da minha versão à qual acrescentei mel e chilli.
 

Ingredientes:

2 batatas doces de tamanho médio

8 fatias de presunto

2 colheres de sopa de mel

2 colheres de sopa de azeite

Sal

1 pitada de chilli seco

Preparação:

Descasquem e cortem as batatas em quartos, cozam-nas em água com sal durante aproximadamente dez minutos, as batatas devem ficar cozidas mas ainda duras.

 Escorram as batatas  e coloquem-nas numa tigela com o azeite, o mel e chilli. Enrolem cada quarto de batata em presunto. Levem ao forno a 200ºC graus, num tabuleiro ligeiramente untado com azeite, durante 10 minutos ou até o presunto estar douradinho e estaladiço.

bebidas · Cremes, molhos, gelados e mousses

Gelado com kahlúa e molho de café – um tributo a kim Deal

 Kahlúa  é um licor de café mexicano. Ouvi pela primeira vez falar desta bebida num cd  que comprei em Londres, penso que ainda na antiga Tower Records, Live in Stockholm das Breeders. Durante o concerto Kim Deal,  partilha com o público a receita de uma bebida chamada Mudslide, o veneno de eleição da sua irmã Kelley “ um copo cheio de gelo, kahlúa, bailey´s e vodka, é como um batido com vodka” É mesmo. Durante o verão a garrafa de kahlúa não aquece lugar na garrafeira. Como não nos chegam os mudslides e os white russians que o viking bebe (kahlúa, vodka, leite ou natas e gelo), decidi transformar esta bebida também num gelado, é fantástico. Sirvam-no  como sobremesa em copinhos pequenos,  regado com molho de café, garanto-vos o sucesso.
 

 

 Como sabem podem fazer  um excelente gelado em casa mesmo que não tenham uma sorveteira. Coloquem o gelado numa tigela normal e enquanto este congela retirem-no várias vezes do congelador e batam-no com uma batedeira eléctrica. Cuidado com a quantidade de licor que usam para fazer o gelado, demasiado álcool impede que o creme congele.

Ingredientes:

Para o gelado

3 decilitros de natas

2 decilitros de leite

 4 gemas

90 gramas de açúcar

1 dl de kahlúa (ou outro licor de café)

Molho de café

1 dl de café forte

1 dl de kahlúa

1 colher de sopa de açúcar (um pouco mais se gostarem de café doce)

Preparação:

Combinem o leite e as natas numa caçarola anti-aderente, levem ao lume. Ao mesmo tempo batam as gemas, o açúcar e a pitada de sal até obterem um creme leve e fofo. Assim que o leite e as natas levantarem fervura, retirem do lume. Aos poucos vão misturando as natas e o leite com os ovos e o açúcar. Levem o creme a lume brando até engrossar. Não parem de mexer, para evitar que em vez de um creme macio acabem por fazer ovos mexidos!

Passem o creme por um passador de rede fina, adicionem o kahlúa,  e coloquem-no no frigorífico até estar completamente frio. Gelem seguindo a sugestão que dei no início do post ou as indicações das vossas sorveteiras.

Para preparar o molho, juntem todos os ingredientes e coloquem no congelador. Vão notar que fica um pouco mais espesso mas sem congelar. Sirvam com o gelado.