bolos e sobremesas · Daring Bakers · pão, sourdough

Daring bakers – Outubro 2011 – Povitica para o lanche

 

Daring Bakers –  Outubro 2011 – Povilica com peras e chocolate

O Desafio do Daring Bakers este mês foi proposto  pela Jenni  do blog The Gingered Whisk.   que nos convidou a experimentar uma receita de Povitica. Povitica é um pão doce típico na Europa de Leste e servido tradicionalmente na época de Natal. A massa é esticada até estar muito fina, e depois de recheada, enrolada e cozida em formas de bolo inglês. Para esta receita podíamos optar pelo tradicional recheio de nozes, ou escolher  um sabor ao nosso gosto. Eu usei uma mistura de peras e chocolate e  resultou muitíssimo bem. Podem ver a receita original e as Povilicas dos outros Daring Bakers aqui.

Ingredientes: (suficiente para um pão de tamanho médio)

Para activar o fermento:

  • 1/2 colher de chá de açúcar
  • 1/4colher de chá de farinha de trigo
  • 30 ml de água morna
  • ½ colher de sopa fermento de padeiro seco

Masssa:

  • 120 ml de leite
    40 gramas de açúcar
    1 colheres de chá de sal
    1 ovos
    30 gramas de manteiga
    280 gramas de farinha de trigo

Cobertura:

  • 30 ml de café forte
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de manteiga

Recheio: (receita minha)

  • 2 peras de tamanho médio
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó
  • Raspa da casca de uma laranja
  • 1 colher de café de canela em pó
  • 50 gramas de manteiga.
  • 2 colheres de sopa de açúcar

Preparação:

Recheio:

Descasquem e limpem as peras. Cortem-nas em pedacinhos e levem-nas a lume brando, juntamente com os restantes ingredientes até tudo ter a consistência de uma compota.

Pão:

Para activar o fermento:

Misturem todos os ingredientes numa tigelinha e deixem descansar durante 5 minutos.

Para a massa:

Escaldem o leite. Deixem-no arrefecer um pouco e juntem-lhe o açúcar e o sal, misturando até dissolver, juntem o ovo, a mistura de fermento, a manteiga derretida e misturem bem todos os ingredientes.  À mão, ou usando a batedeira com a pá gancho, vão introduzindo nesta mistura a farinha aos poucos.  O objectivo é uma massa que se despega da tigela ou das vossas mãos. A massa tem de estar elástica e macia.

Coloquem a massa num recipiente ligeiramente untado com óleo, cubram com um pano e deixem levedar durante uma hora, ou até duplicar de volume.

Esticar a massa e formar o pão:

Para esticar a massa vamos precisar de uma superfície bastante grande, podem usar a vossa bancada, ou a mesa de cozinha coberta com um lençol.

Comecem por polvilhar a superfície com farinha. Com um rolo da massa estendam a massa tão finamente quanto conseguirem.

O comprimento  da massa tem de ser 3 a 4 vezes o comprimento da vossa forma.

Espalhem o recheio frio sobre a massa e, levantando o lençol ou usando muito cuidadosamente as mãos, enrolem a massa de forma a criar uma espécie de “chouriço”( como aqueles que antigamente se punham nas janelas para não deixar entrar o frio.).

De novo com muito cuidado, passem a massa para uma forma untada de manteiga. Comecem por criar um “V”, voltado depois  a dobrar a massa em feitio de “W”. Como estava sozinha em casa, não consegui tirar fotografias deste processo, mas vejam aqui o  passo-a-passo da Jenni.

Pincelem o pão com o café e o açúcar da cobertura, deixem descansar mais 15   minutos.

Levem o pão ao forno durante 15 minutos a uma temperatura de 180ºC. Baixem a temperatura para  150ºC e cozam o pão por mais meia hora.

Retirem a Povilica do forno e pincelem-na com manteiga.

Não desenformem o pão antes deste estar completamente frio.

Podem congelá-lo já cortado em fatias, é excelente para o lanche.

bolos e sobremesas · Cremes, molhos, gelados e mousses · Daring Bakers

Fraisiers – Desafio dos daring bakers –com muito atraso…

 A Jana do Cherry Tea Cakes  foi a nossa anfitriã em Julho e desafiou-nos a fazer uma sobremesa clássica francesa, Fraisiers,  uma sobremesa requintada composta por camadas de bolo chiffon, mousse e morangos ou outra fruta. As receita que inspiraram a Jana a criar este desafio são de Elisabeth M. Prueitt  e Chad Robertson  e foram retiradas do livro Tartine. Como sabem este Verão tenho passado pouco tempo online e na cozinha, e por isso acabei por me atrasar com o desafio e perder a data de publicação. Ainda assim, podem ver os espectaculares Fraisiers dos outros participantes na página dos Daring Bakers.

Este post contem as receitas:

  1.  Bolo chiffon de limão
  2. Mousse de baunilha
  3. Xarope de água de rosas

Os elementos obrigatórios este mês foram:

– fazer  o bolo, a mousse de creme de pasteleiro, um  xarope simples. Montar o bolo, não podíamos servir a sobremesa estilo triffe. 

Os sabores do bolo, xarope, mousse, e fruta ficaram ao  nosso critério. Eu  optei por sabores frescos e adequados a esta época e que combinassem com os frutos que escolhi, morangos e nectarinas, chiffon de limão, mousse de baunilha, e um levíssimo xarope de água de rosas. Podem ler as receitas originais  e outras opções de sabores, aqui.

Bolo Chiffon de limão:

Ingredientes:

  • 155 gramas de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 170 gramas de açúcar
  • 1 pitada de sal
  • 60 ml de óleo vegetal
  • ½ colher de chá de sal
  • 60 ml de óleo alimentar
  • 80 ml de água
  • Raspa e sumo de 1 limão
  • 5 claras de ovo
  • 3 gemas de ovo

 Preparação:

Aqueçam o forno a 160ºC. Forrem o fundo de uma forma com papel vegetal, não barrem a forma porque o bolo tem de se “agarrar às paredes” para crescer. Batam as claras em castelo, aos poucos juntem 3 colheres de sopa de açúcar, batendo até obterem um merengue.  Noutra tigela misturem todos os restantes ingredientes e batam com a batedeira eléctrica durante um minuto.  Cuidadosamente envolvam os dois preparados. Deitem a mistura na forma e levem ao forno durante 45 a 50 minutos. Desenformem e deixem arrefecer.

Recheio de creme de pasteleiro

Ingredientes:

  • 250 ml de leite
  • ½ colher de chá de extracto de baunilha
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres de sopa de Maizena
  • 55 gramas de açúcar
  • 1 ovo
  • 30 gramas de manteiga
  • 2 folhas de gelatina
  • 250 ml de natas batidas em chantilly

Preparação:

Aqueçam o leite com o sal e a baunilha. À parte batam o ovo com a maizena e o açúcar. Quando o leite estiver quase a ferver deitem-no aos poucos e sem parar de bater, ao segundo preparado. Passem a misturem de novo para o tacho e levem ao lume sempre a mexer até o creme engrossar.

Retirem do lume, deixem arrefecer um pouco e incorporem as duas folhas de gelatina, previamente demolhadas.Acrescentem a manteiga em cubinhos e misturem bem.

Passem a mistura por um passador de rede fina, cubram-na com película aderente e reservem no frigorífico até que esta arrefeça  completamente. Nessa altura envolvam no creme de pasteleiro as natas e voltem a reservar até à altura da montagem do bolo.

Xarope

Ingredientes:

  • 75 gramas de açúcar
  • 80 ml de água
  • 20 ml de água de rosas

Preparação:

Levem a lume brando o açúcar com a água até que o primeiro se dissolva completamente. Retirem do fogão e acrescentem a água de rosas. Reservem.

Montagem:

A receita original indica que para além destes elementos devemos acrescentar uma camada de maçapão, mas penso que tornaria a sobremesa demasiado pesada pelo que omiti este passo na minha versão.

Vamos precisar de:

–  bolo chiffon

– recheio de creme de pasteleiro

– xarope

– 800 gramas de fruta ao vosso gosto.

Comecem por cortar o bolo em duas fatias horizontais.

Forrem a forma onde cozeram o bolo com película aderente e coloquem dentro dela a primeira fatia de bolo. Borrifem com parte do xarope. Cubram com uma fina camada de mousse, e disponham a fruta em padrões e de modo a que se veja quando se desenforma o bolo.  (Esta parte não me correu bem)

Muito cuidadosamente cubram com o restante creme, e a segunda fatia de bolo ensopada em xarope. Levem ao frigorífico até à hora de servir.

A Pastelaria · bolos e sobremesas · Cremes, molhos, gelados e mousses · Daring Bakers

Daring Bakers Maio 2011 – Marquise de Chocolate

O post contem as receitas: Marquise de Chocolate e Caramelo com Irish Coffee.

Este mês fomos convidados pela Emma do blogue CookCraftGrow  e pela Jenny do blogue Purple House Dirt, a preparar uma receita de Marquise de Chocolate acompanhada de merengue, caramelo de tequilla e amêndoas caramelizadas. Podem ver o desafio original e as criações dos outros Daring Bakers aqui. Marquise é uma sobremesa francesa requintada e realmente deliciosa, que hoje em dia caiu um pouco no esquecimento. Embora a lista de ingredientes e preparações pareça um pouco complexa, é na  verdade muito fácil de fazer, eu garanto os resultados.
 

A minha versão é um pouco diferente da proposta  pela Emma e pela Jenny. Em vez de tequilla usei whisky, não fiz o merengue, preparei o caramelo aromatizado com Irish coffee, e servi a Marquise numa bolachinha de praline salgado com amêndoas. (Farei um post com esta receita brevemente) Usei ¼ da receita original, seguindo as indicações do nosso genial Audax Artifex, a quantidade é suficiente para 6 pessoas. (Como forma utilizei uma caixa de gelado da Olá :))

As várias receitas podem ser servidas individualmente ou em outras sobremesas.

 A marquise:

Esta receita contem dois elementos: a base de chocolate + a base de ovos

Ingredientes:

Base de Chocolate:

  • 85 gramas de chocolate amargo
  • 90 ml de natas
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de pimenta Caiena
  • 1 pitada de pimenta acabada de moer
  • 2 colheres de sopa de whisky
  • 1 colher de sopa de xarope dourado
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • ½ colher de sopa de manteiga

 Preparação:

Misturem todos os ingredientes e derretam-nos em banho Maria, até terem um creme macio. Reservem fora do frigorífico enquanto preparam a base de ovos.

Base de ovos:

  • 3 gemas
  • 1ovo
  • 40 gramas de açúcar
  • 1 colher de sopa de ágau
  • Base de chocolate
  • 120 ml de natas
  • Cacau em pó para polvilhar (facultativo)

Preparação:

Batam as gemas com o ovo com a batedeira até a mistura estar espessa e esbranquiçada. Quando os ovos estiverem quase no ponto desejado, coloquem a água e o açúcar num tachinho e levem ao lume até atingir ponto de rebuçado mole (115ºC). Com a batedeira em baixa velocidade deitem, sem parar de bater, o açúcar no creme de ovos. Voltem a aumentar a velocidade e batam a mistura até arrefecer completamente, o que demora uns dez minutos.

Batam as natas em Chantilly.

Quando a mistura de ovos e chocolate tiver arrefecido, misturem o chocolate, mexendo levemente para não perder muito ar e envolvam de seguida e cuidadosamente as natas.

 Deitem a mistura  numa caixa forrada com película aderente e levem ao congelador pelo menos durante 4 horas.

Para servir retirem a marquise do congelador, cortem-na em cubos e se desejarem, envolvam-nos em cacau em pó.

Acompanhem com chantilly, e caramelo de Irish Coffee.

 Caramelo de Irish Coffee

Ingredientes: (para aproximadamente 2 dl de caramelo que podem gaurdar no frigorífico e usar noutras sobremesas ou a acompanhar gelado)

  • 90 gramas de açúcar
  • 0,5 dl de agua
  • 1 dl de natas
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres de café solúvel
  • 2 colheres de sopa de whisky

Preparação:

Num tachinho levem ao lume o açúcar e a água, até o açúcar caramelizar e criar um tom dourado.

Retirem o tacho do calor e rapidamente juntem as natas e batam a mistura. Levem novamente o tacho a lume brando. Atenção que o caramelo vai borbulhar, por isso, e dependendo do tamanho do tacho, podem ter de acrescentar as natas por duas vezes. Continuem a misturar, o caramelo vai ficar duro, não se preocupem, basta ir mexendo até derreter. Quando o caramelo estiver no ponto e tom que gostam, retirem do lume, juntem o café dissolvido no whisky e guardem no frigorífico até servir.

 

 

A minha vida na Suécia · Daring Bakers

Obrigada…e mais novidades /Daring Bakers – Edible container submission

 

Scroll down for the English translation.

Em primeiro lugar um grande abraço e muito obrigada a todos por continuarem a visitar a Padaria  e pelos  vossos comentários  e apoio. Queria também deixar-vos as minhas mais sinceras desculpas por, nas duas últimas semanas,  e devido a uns pequenos problemas de saúde aqui em casa, não ter acompanhado tão de perto os blogs amigos. Vamos ver se Maio corre melhor!

E as novidades 🙂

Fui seleccionada!

Como sabem faço parte de um grupo que se chama Daring Bakers. É um grupo online, com membros de imensos países e todos os meses fazemos em conjunto a mesma receita, eu penso que sou a única participante portuguesa. Se gostam de aprender novas receitas e de desafios este é um grupo a que se devem juntar, de verdade.

Flores de ácer – a minha inspiração, e os meu tuiles de framboesa.

Imagem - Wikipedia

 

Este mês para além do nosso habitual desafio tivemos também a oportunidade de participar num pequeno concurso, e a minha entrada foi considerada uma das cinco melhores.
Estou mesmo surpreendida e feliz. O meu blog como sabem é pequeno, escrito em português e está no WordPress, o que não ajuda muito.

A minha entrada é claro a ligada ao meu Anasbageri – e são flores feitas de massa de tuile com framboesas, recheadas com mousse de ácer. Não imaginam como me sinto honrada por entre tantas entradas ter sido uma das seleccionadas

As votações para a melhor receita decorrem em Maio e está aberta a todos, membros e não membros. Para votar não precisam de se registar, penso que se pode votar uma vez por dia.

Podem ver as 5 entradas e votar na vossa favorita aqui – http://thedaringkitchen.com/

As I have told you in a previous post during April the Daring Bakers, were given a special challenge,  create an Edible Container to be filled with Maple Mousse. I am a Portuguese daring baker living in Sweden, maple trees or even syrup aren’t common here, and so to create my container I looked online for inspiration. I found beautiful pictures of maple tree flowers, red and delicate, and that was the idea I used for my containers. I baked raspberry tuiles, and tried to shape them like small maple tree flowers. Here are some pictures of my inspiration and raspberry tuiles.

photo - wikipedia

 

 

My submission was considered one of the top 5! I am amazed, proud of myself of course, but honestly surprised. Anasbageri is a small Portuguese blog, I am not a really visual or crafty person, and the talent and imagination of the daring bakers is lengen… wait for it…dary!

You can see the top 5 submissions, and vote for your favorite one, even if you aren’t a Daring Baker, and I am telling you already, you don’t know what you are missing, here.