Por aí

Troyes, catedrais e guerra

Deixar o meu mano no aeroporto em Geneva é talvez o dia mais triste das nossas férias. Vamos com ele dolorosamente fazer o check-in, bebemos café, até ele nos dizer, “então  vou andando”. Eu agarro-me a ele aos abracinhos, o que bem sei o envergonha a ele e ao viking, e a custo  lá o deixo ir. Venho para o carro chorosa e demora ainda um bocadito até me entusiasmar com a próxima aventura que no ano passado foi Troyes.

IMG_4794

Continue a ler “Troyes, catedrais e guerra”