Convidei para jantar – Lisbeth Salander

Não podia deixar passar o mês de Janeiro sem lançar aqui na Padaria um projecto que há anos tenho a levedar na minha imaginação. Se pudesse convidar alguém para jantar, quem escolheria? Que prato serviria?

É este o meu desafio para o ano de 2012, e o convite que também vos deixo. Unir a comida a outras paixões e todos os meses convidar alguém para jantar. Personagens, escritores, atletas, músicos, actores, gente famosa ou não, mas que gostaríamos de ter à nossa mesa. O tema deste mês é Personagens de livros e/ou filmes. (Vejam como podem participar no fim do post.)

A minha primeira convidada é Lisbeth Salander, a versão adulta da Pippi das Meias Altas,  criada pelo sueco Stieg Larsson para os seus livros Millennium, uma colecção que infelizmente, e como todos sabemos, acabou em trilogia. Lisbeth tem sido considerada uma das personagens mais fascinantes e misteriosas da literatura dos últimos anos e penso que dispensa apresentação. Imagino que se um dia viesse jantar comigo, seria porque de alguma forma estaríamos a trabalhar juntas num qualquer projecto,  e que por comodidade o faríamos enquanto comemos. Gostava de lhe perguntar o que está a fazer agora, o que aconteceu depois de ter aberto a porta a Mikael, mas creio que não me responderia. Mais certo seria que, como um Ipad numa mão e uma cerveja noutra, olhasse para mim de lado e me atirasse um”Mete-te na tua vida.” Por isso comeríamos em semi-silêncio e depois de jantar talvez  a convidasse casualmente  para mais umas cervejas e uma ronda pelos pubs da cidade. Quem sabe?

Embora de aspecto anoréxico, Lisbeth não recusa um prato de comida,  mas penso que a alimentação para ela é mais uma necessidade do que um prazer e comer tem de ser algo que não a desvie durante muito tempo do seu computador.

Lisbeth não é de forma alguma uma picky eater, come carne e peixe e quando alguém cozinha para ela serve-se  várias vezes, não sei se por realmente gostar do que está comer, ou para armazenar energia.

Das suas compras traz: kefir, leite, queijo, ovos, pão, kanelbullar (uns caracóis de canela muito populares na Suécia), café, chá, pickles, maçãs, e um grande saco de Billy´s Pan Pizza. Todas as suas escolhas são convenientes e rápidas de preparar. As “pizzas” vendem-se em rectângulos e “cozinham-se” no micro ondas em minutos. À excepção destas horrorosas pizzas, Lisbeth parece optar por alimentos mais saudáveis como kefir e maçãs  em vez de chocolate ou outros snacks. Em qualquer loja de conveniência sueca há imensas refeições prontas que apenas necessitam de micro-ondas, por isso esta predilecção pelas Billy, só se explica se Lisbeth realmente gostar de pizzas, ou escolher refeições que se possam comer só com uma mão, enquanto faz outras coisas.

De qualquer das formas, e também para manter a informalidade da ocasião, achei que servir pizzas seria uma boa opção, mas numa versão mais saudável e saborosa, com uma base de sourdough e farinha integral e molho de tomate caseiro.

Pizza com courgette e queijo feta

Pizza com coguemelos Portobello, fiambre e  pimentos

Esta receita de bases de pizza é excelente para aproveitar restos de starter quando estamos a fazer pão com sourdough. Como o post já vai longo, vou deixar a preparação desta massa para outro dia. Pessoalmente gosto de fazer tanto as bases de pizza como o molho de tomate em casa, mas nada vos impede de usarem produtos pré-preparados. A pizza com courgette e queijo feta é bastante mais leve e menos calórica do que uma pizza tradicional. (desde que não abusemos do queijo!)

Ingredientes:

  • 2 bases de pizza (publico a minha receita brevemente)

Para o molho:

  • 6 tomates grandes, pelados e cortados em pedaços
  • 1 cenoura em cubinhos
  • 3 hastes de aipo picadas
  • 1 cebola pequena picada
  • 3 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Sal, pimenta e orégãos

Coberturas para as pizzas:

  • 1 courgette
  • 2 pimentos
  • Azeitonas
  • 100 gramas de queijo feta
  • 3 cogumelos Portobello
  • 150 gramas de fiambre
  • Queijo mozzarella
  • Azeite
  • Orégãos

 Preparação:

Comecem pelo molho de tomate. Levem ao  lume o aipo, a cenoura,  a cebola e o azeite, cozinhem até as cenouras estarem tenrinhas. Temperem  com sal, pimenta e orégãos, acrescentem os restantes ingredientes e deixem apurar. Se necessário acrescentem um pouco de água. Passem o molho usando a varinha mágica e reservem.

Entretanto preparem as coberturas:

Assem e pelem os pimentos.

Numa frigideira cozinhem separadamente, e  com um pouco de azeite, a courgette e os cogumelos em fatias. (Não se esqueçam de os temperar.)

Aqueçam o forno a 200ºC.

Estendam uma base de pizza no tabuleiro, salpiquem-na com umas gotas de azeite, e levem-na ao forno durante 10 minutos. (Pré cozer um pouco a massa da pizza ajuda a evitar bases húmidas)

Retirem a pizza do forno, e enquanto preparam a sua cobertura, façam a pré cozedura da segunda pizza.

Para a primeira pizza usem como cobertura o molho de tomate, a courgette, azeitonas, umas tirinhas de pimentos, e queijo feta em pedacinhos. Acrescentem um fio de azeite, orégãos, e levem ao forno durante 5 a 10 minutos.

Entretanto vão cobrindo a segunda pizza com molho de tomate, queijo mozzarella, fiambre, os cogumelos, pimentos e azeitonas, azeite, orégãos e levem ao  forno.

Como todos os ingredientes das pizzas foram previamente cozinhados, a segunda cozedura deve ser o suficiente para terminar a cozedura da base e derreter o queijo. Eu faço as bases das minhas pizzas muito fininhas, com bases mais altas podem ter de aumentar o tempo de cozedura.

Projecto Convidei para jantar.

Algumas indicações:

 – Todos os meses é sugerido um tema para o jantar. A primeira edição decorre até 15 de Fevereiro e o tema é Personagens de livros e/ou filmes. Para participar basta que  convidem para jantar uma personagem escolhida por vós, falem um pouco dela e do que lhe serviriam e porquê, e partilhem a receita do que cozinhariam connosco. (Se não têm blogue e querem participar, podem enviar-me o vosso texto acompanhado de uma autorização para a sua publicação aqui na Padaria.)

- Não se esqueçam de referir que estão a participar neste projecto, e colocar um link para este post. Para ser mais fácil fazer o apanhado final, agradeço que deixem um comentário aqui com um link para a vossa participação.

- Penso que seria mais interessante se este projecto tivesse diferentes anfitriões todos os meses, e que não fosse eu sempre a sugerir  os temas. Se estiverem interessados em receber o projecto em vossas casas, contactem-me via  email ou na página da Anasbageri no Facebook.

About these ads

47 comments

  1. Que projecto delicioso e original!… Logo agora que não tenho cozinha ;(
    Mas apetece pensar e participar.
    Por agora fiquei com vontade de dar uma dentada na pizza de courgete e feta… Também leva molho de tomate, não é? Pelo menos parece pela foto.
    Um beijo
    Babette

    1. Babette,
      Obrigada por me teres lembrado de forma tão doce que eu me tinha esquecido do molho de tomate, que vergonha! Já alterei o post.
      bjs

  2. Ana, que linda e original ideia. Fiquei a pensar na Lisbeth e na pizza de courgette e feta (que estou de olho arregalado e pronta a provar). Apetece!
    Um beijinho.

  3. hehe! Muito original essa ideia :) Vou tentar participar assim que tiver um tempinho!
    A tua pizza ficou mesmo a chamar por mim! Ai, há que tempos que não como pizza…
    Beijinho* Boa semana*

  4. Que boa ideia Ana. Vou tentar participar e vou já começar a pensar qual o personagem a convidar para este mês.
    As pizzas também estão cá com um aspecto!
    Bjnhos

  5. Olá Ana,
    Que projecto tão giro!
    Eu não saberia o que dar de comer a uma personagem tão única como é a de Lisbeth Salander, mas não tenho dúvidas quanto ao personagem que convidaria para jantar :)
    Vamos ver se me consigo organizar para participar e vou divulgar o desafio.
    Bj
    Moira

    1. Cristina, espero que recebas e mails qd eu respondo a um comentário teu. Não consigo deixar uma palavra no teu blog, o código é recusado, mas já lá estive…bom fim-de-semana
      bjs

  6. Olá Ana

    Só agora o comentário porque tenho estado ausente.
    A ideia é brilhante. Fiquei logo com tanta vontade de participar. E achei muito generoso podermos ser nós também a sugerir outros convidados. Lembrei-me imediatamente de qual seria o chef a convidar à minha mesa ;)
    Um abraço

  7. Ana,

    Gostei muito, muito, da ideia! Vou tentar organizar-me para receber condignamente o meu convidado especial que já sei precisamente quem será. E claro, posso receber a iniciativa no futuro com o maior dos gostos. ;)

    Quanto às pizzas, sou fã intrépida das curgetes com queijos brancos. Como adoro feta, a combinação serve-me na perfeição. Obrigada pela partilha do jantar com a Lisbeth Salander!

    Um beijo*

    1. Estilo com a imagem? Estilo BBD? Não sei fazer :( Eu sou um bocadinho limitada com estas coisas, mas assim como fiz o mês passado com a imagem?
      De outra forma podes usar a imagem que está na página, é só fazeres o download da imagem, e acrescentares o link da página, eu faço assim se houver uma forma melhor, ajudas-me?
      Ainda não sei o próximo tema mas depois farei tb uma figurinha só para este mês.
      Já falaste com a Mané?

      bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s